Área de Conhecimento

Nesta secção há o compartilhamento de artigos, textos, opiniões e ideias sobre assuntos que envolvem a nossa sociedade como um todo de forma a permitir o desenvolvimento de uma opinião crítica principalmente sobre situações que envolvem o nosso dia a dia, não apenas como pessoas, em nossas relações mais próximas, bem como aquelas interações profissionais.

Conta de Dividir

Não sou bom de cálculos de matemática. Entre outras deficiências. Achei uma velha calculadora, daquelas que funcionam com a luz do sol e me arrisquei a fazer um conta enorme. Dividi 8 bilhões e 600 milhões por 365. Resultado : 23 milhões e 500 mil. O número maior corresponde ao orçamento do Congresso Nacional este ano. Logo ele custa por dia para o povo 23 milhões e meio de reais por dia. Resolvi desaposentar minha super calculadora para conferir um dado que tinha visto no Contas Abertas.com.br. O site estava certo. Animado com o funcionamento da minha calculadora fiz uma nova divisão, ou melhor somei 513 deputados e 81 senadores, cheguei a 594, e aí sim fiz a divisão e descobri que cada parlamentar custa, por dia, a bagatela de R$40.000,00. É claro que está tudo embutido, inclusive os salários dos milhares de servidores que servem os ungidos pela urna. Se todos forem trabalhar é possível que o prédio do Congresso desabe, mas isso nunca vai acontecer.

Pequei de novo a calculadora. O orçamento anual da câmara de vereadores de São Paulo é de 453 milhões.Dividi por 365 dias.  De novo a calculadora me diz que ela custa por dia R$1.250.000,00 . São 55 nobres edis. Nova divisão, cada um custa por dia  R$ 22.700,00. Também está tudo incluído, aluguel, água, luz, segurança, funcionários, cartões de convite para assistir as sessões.... Só para comparar, quanto a prefeitura destina de subsídio para as passagens de ônibus da cidade? Um bilhão 250 mil reais por ano. Nova divisão, a Câmara custa quase um terço de tudo que o contribuinte destina para os donos de empresas de ônibus. Quando você vir um deputado federal e um vereador juntos saiba que os dois custam R$62.000,00. E a assembleia legislativa paulista? Gasta anualmente  R$ 844.000.000.00, ou  R$ 2.313.000  por dia. Vamos dividir por 96 ativíssimos deputados estaduais, fiscalizadores do governador, zelosos do interesses públicos. Cada um custa 24  mil reais por dia, tudinho incluído.

Vamos somar quanto custa para o contribuinte paulista um senador mais um deputado estadual e um vereador. Se a maquininha não estiver turbinada eles custam R$86.000,00 por dia. É muito ou pouco? Comparativamente com outros países ricos do mundo, é muito. A devolução em forma de trabalho é nebulosa. A maioria esmagadora mantém sua atividade profissional com a de parlamentar. Planos de saúde, diárias, viagens nacionais internacionais já estão embutidos , portanto nada de reclamar. Essas contas podem ser reproduzidas por qualquer contribuinte em qualquer estado ou cidade do Brasil. Só não precisa fazer o cálculo do custo do Congresso porque vale para todo o país. Como você se sente gastando 86 mil reais por dia com seus representantes? Se quiser arriscar, pode mandar um desabafo no Blog do Barbeiro, que sou eu.