Área de Conhecimento

Nesta secção há o compartilhamento de artigos, textos, opiniões e ideias sobre assuntos que envolvem a nossa sociedade como um todo de forma a permitir o desenvolvimento de uma opinião crítica principalmente sobre situações que envolvem o nosso dia a dia, não apenas como pessoas, em nossas relações mais próximas, bem como aquelas interações profissionais.

Jogo de soma diferente de zero.

Em 2010 o ser humano gerava a cada dois dias cinco exabytes de informação. Hoje se produz essa quantidade a cada três minutos. Um exabyte é um seguido de 18 zeros. Isto deixa muito para trás a exclamação que uma semana do The New York Times de informação era mais do que um homem podia acumular em toda a sua vida no século 17. As tecnologias explodem e são compartilhadas como nunca na história da humanidade. Empresas de bilhões como Kodak, Blockbuster e Tower Records sumiram. Surgiram as bilionárias You Tube, Google e Apple. Os smarts phones estão disponíveis para receber e emitir noticias no meio de um alagado arrozal em Mianmar, ou na mão de duas crianças de uma aldeia “ das mulheres girafas “ na Tailândia. Não há volta. Não há lugar no mundo que não esteja conectado e portanto submetido as transformações do momento histórico que vivemos. 

Diante dessa paisagem é preciso levantar a cabeça e olhar o que se passa no mundo do jornalismo. É possível que os robots sejam capazes de escrever artigos com mais rapidez e exatidão que os jornalistas. Contudo a nosso favor está o fato que dividimos conhecimento, trocamos informações e vendemos ideias. Sabemos que cultura é a habilidade de estocar, trocar e inovar idéias.  No comércio o resultado da transação é sempre de soma zero, como trocar um boi por uma vaca. Cada um continua apenas com um bovino. Informação é a nossa brilhante commodity, que transformamos em notícia. É um jogo de soma diferente de zero que só os seres humanos são capazes: quando se troca uma informação por outra, a soma é duas idéias para cada um e não zero.