Área de Conhecimento

Nesta secção há o compartilhamento de artigos, textos, opiniões e ideias sobre assuntos que envolvem a nossa sociedade como um todo de forma a permitir o desenvolvimento de uma opinião crítica principalmente sobre situações que envolvem o nosso dia a dia, não apenas como pessoas, em nossas relações mais próximas, bem como aquelas interações profissionais.

Por que escrevo ?

Escrever, sempre foi um grande desafio para mim.

A constante troca de letra D por T ou P por B, e vice versa, por exemplo, era algo muito presente.

Ambidestro, por ordem da minha professora precisei escrever igual aos demais.

Ao menos fazer como a maioria, sendo assim me tornei destro.

Letra feia, para quem gostava de mim, letra de médico. Na verdade, apenas um consolo.

Os cadernos de caligrafia foram meus grandes companheiros de infância.

No meu tempo, nota final da matéria Português era dividida em três partes: Gramática, Ditado e Composição.

Um verdadeiro suplício para mim.

Precisava me garantir na Gramática e fazer o possível nas demais. Pouco podia ser feito.

Esta dificuldade me fez, durante anos, adiar a minha intenção de fazer meu mestrado.

Jamais imaginei que conseguiria escrever mais que poucas linhas sobre qualquer tema.

O tempo me ensinou. Superei a dissertação do mestrado bem como a tese de doutorado.

Desde então, tomei gosto pela escrita, não somente como forma de expressar meus estudos, mas, principalmente, meus pontos de vista, bem como afirmar e explicitar meus sentimentos.

Diante minha timidez convicta, ela me permite revelar, verdadeiramente, quem sou.

Longe de querer ser um contador de histórias, mas um observador atuante.

As verdades mais tenras e definitivas da minha vida.

As dores mais intensas.

As alegrias mais contagiantes.

Talvez, não o melhor de mim, mas a face mais realista de mim, a verdade.