Centro de Inteligência

Área utilizada para o compartilhamento de apresentações, artigos, textos e sugestões de livros relacionadas com boas práticas relacionadas com Gestão de Projetos, Processo de Inovação, Registro e Compartilhamento de Conhecimentos, Excelência em Gestão de Pessoas, Capital Intelectual e Ações que busquem o Desenvolvimento Sustentável a partir do desenvolvimento de atividades éticas, de menor custo, maior retorno e melhor Qualidade.

A Farsa das mudanças nos Transportes.

 

Paulo Saab

 

É uma grande falácia o que vem ocorrendo no Ministério dos Transportes desde a exoneração do ex-ministro Alfredo Nascimento, diante de acentuadas denuncias de corrupção naquela importante Pasta do governo brasileiro. Anuncia-se a cada dia a demissão de mais não sei quantos diretores e ou funcionários do órgão , como se houvesse uma faxina em andamento perante a opinião pública, é mistificação. Aliás, nem dentro do governo há entendimento. O colaborador direto da presidente Dilma, Gilberto de Carvalho, homem de confiança absoluta do ex-presidente Lula, diz que não há faxina e sim ajustes. A mídia, na parte que recebe vultosas verbas de propaganda do governo, diz que está existindo a limpeza.

Como pode haver limpeza se o ministro Paulo Sergio Passos que sucedeu o acusado de corrupção Alfredo Nascimento é o seu secretário-executivo, segundo na hierarquia do cargo quando Nascimento era ainda o titular. Durante o período de eleição, o "novo" ministro respondeu por mais de seis meses pelo Ministério. Que ajuste ou limpeza se faz apenas mudando pessoas, passíveis de envolvidas, de lugar.

E as novas nomeações. Remanejamento da mesma equipe. Assume agora o principal cargo de direção no Transportes (Secretário Executivo) o Sr. Miguel Masela. Sorte que com a letra "s".

Por trás de tudo isto está com clareza cristalina a situação de refém da presidente em relação ao PR, origem de todos os acusados, liderados pelo inefável Valdemar Costa Neto, cujos votos de apoio ao governo no Congresso Nacional, sustentam a chamada base governista e impedem a profilaxia realmente necessária.

O resto é conversa para boi dormir.

FALSA ASSINATURA

Por falar em falsa assinatura, está na Internet um vídeo onde o ex-presidente Lula faz um daqueles discursos de botequim, em cima do qual foi produzida uma montagem de achincalhamento, gozação grosseira, de sua fala. O idealizador da montagem, a ser identificado e responsabilizado, ao final de sua grosseira crítica, coloca uma frase de minha autoria na forma de legenda, dando a entender, também de forma nada sutil, que seriam minhas as críticas e gozações sobrepostas no vídeo. Não tenho nada a ver com aquilo e mesmo sendo crítico da forma de atuação do ex-presidente, não cometeria tamanha deselegância. Fica o registro.

FOME DO BRASILEIRO

Diz o IBGE, órgão do governo federal, que o brasileiro come muito e mal. Come errado. E, com base em suas pesquisas a respeito, oferece explicações. Não precisa ser especialista para entender. O país maravilhoso que a era Lula criou na ficção e na propaganda, está ainda longe de ser no mínimo justo, digno, com seus filhos. A maioria come muita porcaria que custa barato e mal porque paga menos.

Compare-se à dispensa dos políticos, governantes, altos funcionários, para se ver.

Também comem muito. E bem. À custa dos que comem mal.

Se diminuir, nem falo em acabar porque é impossível, a corrupção no poder público, a massa que come mal vai poder começar a comer melhor, pela melhor distribuição da riqueza nacional, hoje direcionada a poucos, embora se dissesse que era o país de todos. De tolos, isso sim.